AVISOS

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Notícias da MEAP‏

Em 2011 a MEAP celebra 25 anos de sua organização, ocorrida em 19 de abril de 1986.


Temos usufruído tanto da direção quanto da ajuda de Deus durante todo esse tempo, enquanto seguimos a visão de Levar o evangelho integral de Cristo aos pescadores artesanais e comunidades ribeirinhas brasileiras.

Nosso trabalho tem sido planejado estrategicamente para alcance do propósito final: Fazer a glória de Deus conhecida por meio da pregação do Evangelho, e manifesta por atos de justiça e projetos de ação e serviço social, a ponto de vê-la proclamada pelos povos isolados da costa e dos rios brasileiros.

Em comemoração ao Jubileu de Prata da MEAP, os próximos informativos relembrarão um pouco de sua história e o que nos motivou a alguns dos projetos hoje desenvolvidos.

Louve a Deus conosco...

1986 – A evangelização dos pescadores artesanais da costa brasileira teve início nas ilhas do extremo sul de São Paulo e Paraná. Nossa equipe era pequena, dois casais a princípio, ao contrário da grande vontade de proclamar o evangelho às comunidades da região. Eram vilas primitivas, sem água encanada ou energia elétrica, com total desconhecimento do mundo exterior e da graça que salva. Nossos amados passavam fome durante o inverno, tempo em que o peixe “desaparecia” e sofriam de dores e doenças que não se precisava sofrer. A pobreza era profunda e o analfabetismo uma constante – as trevas imperavam.

Foi neste contexto que os missionários passaram a navegar uma média de 23 horas por semana, vivendo em pequenos barcos e pregando e evangelho de vila em vila, muitas vezes enfrentando rejeição e perseguição. Como resultado deste empenho, surgiram cinco igrejas (Pedrinhas, Ariri, Vila Fátima, Puruquara e Ilha das Peças) e dezenas de pontos de pregação. A MEAP também iniciou os projetos de assistência médica/odontológica e social, procurando representar o amor de Jesus diante do sofrimento do povo. Profissionais comprometidos com Deus eram encorajados a participar das famosas “equipes de saúde”, tratando o povo, curando quantos podiam, compartilhando seus testemunhos de salvação e levando esperança por onde passavam.

Enquanto navegávamos pelos 500 km de canais entre Iguape (SP) e Paranaguá (PR), descobríamos mais vilas, todas muito primitivas. Encontramos 62 comunidades sem evangelho na região, um número que tanto nos forçou à organização estratégica quanto nos impulsionou a novos lugares. Se naquela pequena parte do litoral brasileiro existia tanta gente isolada, sem evangelho, que tal em toda a costa?! A resposta a esta pergunta veio com a elaboração do “Projeto Costa Norte Sul”, que descreveremos no próximo mês.

Ser conhecedor da história é importante, mas ser protagonista dela é muito especial! Obrigado por ter escolhido a segunda parte, participar conosco enquanto a história é escrita, mesmo sem ter muito conhecimento do que já aconteceu. É gente assim que dá novos e belos contornos à história da graça no meio de um povo. Parabéns!

Muito obrigado por navegar lado a lado conosco. Que o Pai continue cobrindo sua vida com Seu amor

Pr. Marcio Garcia

Diretor Executivo e Fundador da MEAP

Janeiro/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens recentes

Precisando conversar? Estamos aqui!