AVISOS

sábado, 10 de abril de 2010

Orar...



Uma mulher segundo o coração de Deus é uma mulher que ora. Porém sabemos que desenvolver uma vida de oração não é tão fácil. É uma disciplina. Elizabeth George em seu livro "Uma mulher segundo o coração de Deus" cita como J. Sidlow Baxter, desenvolveu sua vida de oração.Segue-se o texto para seu encorajamento e dedicação!
"Eu vi que havia uma parte em mim que não queria orar...[e] outra que queria. A parte que não queria eram as emoções, e a parte que queria era o intelecto e o desejo...
[Assim,] eu disse ao meu desejo:
-Desejo você está pronto para a oração?
E o desejo disse:
-Aqui estou, pronto.
Então eu disse:
-Venha desejo, vamos lá.
Assim o desejo e eu fomos orar. Mas no minuto em que começamos a sair para orar, todas as minhas emoções começaram a falar:
-Nós não queremos ir, nós não queremos ir, nós não queremos ir.
E eu disse ao desejo:
-Desejo, você pode com isto?
E ele respondeu:
-Sim, se você puder.
Assim o desejo e eu arrastamos para fora aquelas emoções miseráveis e fomos orar, e ficamos uma hora em oração.
Se você me perguntasse depois se eu tive um tempo agradável, acha que eu poderia ter dito que sim? Um tempo agradável? Não, foi uma luta o tempo todo.
O que eu teria feito sem a ajuda do Desejo? Não sei. No meio das incertezas mais sérias, de repente encontrei uma de minhas principais emoções saindo para o campo de golfe, para jogar. E tive de correr para o campo e dizer:
-Volte...
Foi cansativo, mais fizemos isto.
Veio a manhã seguinte. olhei para o meu relógio e estava na hora. Eu disse ao desejo:
-Venha desejo, esta na hora de orar.
E todas as emoções começaram a puxar para o outro lado. e eu disse:
-Desejo você pode com isto?
E ele respondeu:
-Sim, na verdade acho que estou mais forte depois da luta de ontem de manhã.
Então o desejo e eu fomos novamente.
A mesma coisa aconteceu. Rebeldes e tumultuosas emoções que não cooperavam. Se você tivesse me perguntado: "Você teve um tempo agradável?", eu teria que lhe contar com lágrimas: "Não, os céus estavam como que de bronze. Foi difícil me concentrar. Tive um tempo terrível com as emoções".
Foi assim por aproximadamente duas semanas e meia. mas o desejo e eu aguentamos. Então uma manhã, durante a terceira semana, olhei para o meu relógio e disse:
-Desejo, está na hora da oraçõa, você está pronto?
E ele respondeu:
-Sim, estou pronto.
E enquanto estávamos indo, ouvi uma de minhas principais emoções dizer às outras:
-Vamos companheiras, os nossos esforços são inúteis. eles persistirão, não importa o que façamos.
De repente, um dia [semanas depois], enquanto o Desejo e eu estávamos nos apresentando ao trono da glória de Deus, uma das emoções principais gritou:
-Aleluia!
E todas as outras emoções de repente gritaram:
-Amém!
Pela primeira vez [tudo em mim estava envolvido] no exercício da oração."
Ore por você! Ore pelo seu esposo (a)[ou seu namorado, ou noivo, quem sabe o que virá], seu casamento [ou futuro casamento], seus filhos [ou os que ainda estão nos sonhos], seus pais, sua igreja, seu emprego, ou seus afazeres domésticos, e o desejo pela oração certamente brotará e te ajudará a carregar seus fardos diários, carregá-los sozinha é uma injustiça muito grande consigo mesma!


Fonte:http://alinecroce.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens recentes

Precisando conversar? Estamos aqui!